O passado da medicina em 10 fotos bizarras

Curiosidades fotográficas.

CADÊ MEU WHISKEY?

Plague  Doctor Costume: estranha vestimenta composta por uma máscara com bico de pássaro, onde os médicos armazenavam ervas que supostamente os protegiam contra a doença.Plague Doctor Costume: estranha vestimenta utilizada no século XIV que era composta por uma máscara com bico de pássaro, onde os médicos armazenavam ervas que supostamente os protegiam contra a peste negra.

O passado guarda alguns fatos realmente assustadores que você já pôde comprovar em alguns posts deste blog, que através de fotografias um tanto quanto bizarras mostram como o ser humano das antigas lidava com fatos ainda pouco conhecidos como a morte ou até mesmodatas comemorativas.  E na medicina não era diferente.

Ver o post original 238 mais palavras

Anúncios

Animação: “As pirâmides do Egito”

Para descontrair, uma animação onde podemos ver uma teoria engraçadas sobre a misteriosa descoberta arqueológica das pirâmides do Cairo em 1920.

Copyright Supinfocom Arles / MuCEM / Tu Nous ZA Pas Vus Productions – 2013

Dirigida por Corentin Charron, Lise Corriol, Olivier Lafay, Nicolas Mrikhi

Músicas de Kalina Świątnicka

Esta animação é da exposição permanente “Maravilhas do Mundo” (Merveilles du Monde), da Galeria Mediterrâneo do MuCEM (Museu das Civilizações da Europa e do Mediterrâneo).

Saiba mais nos links:
http://www.onectin.fr
http://www.nicojak.com
http://www.lafayolivier.com
http://lisecorriol.wix.com/lise

Ou visite a página do MuCEM : http://www.mucem.org

Vídeo: A História das Coisas

Animação “A História das Coisas” nos ajuda a pensar sobre o sistema capitalista, meio ambiente, consumo, obsolescência programada e muito mais.

O Story Of Stuff Project é um projeto que divulga animações com temas muito importantes tais como: a história das coisas (que consumimos), a história dos eletrodomésticos, a história da água engarrafada, história dos créditos de carbono, entre outros. Continuar lendo

Conheça o Mapa Chega de Fiu Fiu

Pesquisa interessante. 🙂

Olga

mapa cdff

Quais são os locais mais perigosos para as mulheres? Que tipo de violência elas sofrem em cada cidade? Existem poucos dados que ajudem a responder essa pergunta, mas a campanha Chega de Fiu Fiu, que luta contra o assédio sexual em locais públicos, quer tentar agora desvendá-los. Para isso, está lançando o Mapa Chega de Fiu Fiu, uma ferramenta colaborativa para mapear os pontos mais críticos de violência contra mulheres no Brasil. Cada uma pode registrar o caso e o local da violência que recebeu. Com isso, as próprias vítimas ou testemunhas das agressões vão, unidas, nos ajudar a levantar esses dados.O mapa conta com as seguintes categorias: assédio verbal, assédio físico, ameaça, intimidação (stalking), atentado ao pudor (masturbação em público), estupro, violência doméstica, exploração sexual. Acreditamos que para se discutir violência de gênero devemos contemplar também as interseccionalidades. Por isso, acrescentamos racismo, homofobia e transfobia como categorias.

mapa chega de fiu fiu 01

Como…

Ver o post original 445 mais palavras

Animação: “Tolerantia”, curta animado de Ivan Ramadan

Para aqueles que querem ver de novo a animação sobre Tolerância, segue o vídeo!

A animação em 3D foi produzido na Bosnia e Herzegovina em 2008 e nomeada para melhor curta europeu no “European Film Academy 2008”, junto com outros 8 curtas animados, incluindo o vencedor do premio, “Heart of Sarajevo”.

A direção, animação e sonorização são de  Ivan Ramadan.

Comentem! 🙂

Professor, por que você tem falado tanto em ditadura?

Interessante artigo.

(Socio)lizando

Por Ricardo Colturato Festi*
 

A pergunta que serviu de título a este artigo foi feita por um aluno na semana passada. Desde que se iniciou o ano letivo, tanto as minhas aulas para os segundos e terceiros anos do ensino médio, como a maioria das minhas postagens nas redes sociais e no blog que mantenho regularmente abordaram as temáticas relacionadas à ditadura militar brasileira. Nesse sentido, num primeiro momento, achei descabido o questionamento do aluno, visto que, neste ano de 2014, completam-se 50 anos do golpe militar empreendido contra um governo democrático no Brasil o que levou o país a 21 anos de ditadura, ou seja, a justificativa para se trabalhar esse tema é mais que evidente, sem contar que, em decorrência desse cinquentenário, muito provavelmente, os próximos vestibulares se salao-humor-piracicaba-02utilizarão dele também.

Mas depois de uma primeira reação, pautada na obviedade, começou a ficar evidente que a questão…

Ver o post original 2.763 mais palavras

Pré-história e questões com correção online

Recurso interessante 🙂 confiram.

História Online

Senhores, na próxima semana a maioria dos cursinhos preparatórios para vestibular retomam suas atividades. Portanto, vale a pena começar a retomar alguns conteúdos que serão abordados nessas primeiras semanas de aula.

Começarei com uma vídeo-aula sobre pré-história e três questões de múltipla escolha que deverão ser feitas online.

Para acessar as questões, clique no botão abaixo iniciar quiz:

QUESTÕES

Ver o post original

É preciso libertar Nelson Mandela

Para refletir sobre quem foi Nelson Mandela. Reblog do Brasil e Desenvolvimento.

Brasil e Desenvolvimento

AO LONGO DE DÉCADAS, Nelson Mandela liderou um movimento de combate ao Apartheid racial da África do Sul por meio de diversos métodos, com destaque para os de ação direta, como greves, manifestações de massas e, inclusive, para se contrapor à violência sistemática do governo, resistência armada. Madiba participou da fundação do braço guerrilheiro do Congresso Nacional Africano (CNA), o “Umkhonto we Sizwe” (Lança da Nação). Preso por 27 anos, recusou-se a aceitar a “liberdade” em troca da rejeição incondicional da violência como instrumento de luta política. Enquanto o governo prosseguisse reprimindo violentamente a população negra, não poderia aceitar tal condição. A luta de Madiba e de milhões de sul-africano(a)s, afinal, era por sua libertação coletiva, e não simplesmente pela liberdade de lideranças individuais.

Não por acaso, Mandela permaneceu como preso político por tanto tempo. Não por acaso, Margaret Thatcher, a poderosa Primeira-Ministra Britânica, amiga e aliada de…

Ver o post original 515 mais palavras