Economia Imperial – Café

Durante o apogeu do Império no Brasil (1850-1870), a economia cafeeira garantiu a estabilidade polítca, bem como possibilitou a ampliação das vias férreas no Brasil.

A partir de 1830 o café começa a tomar o espaço da cana-de-açúcar, do cacau e do tabaco. Em 1840 o café representa cerca de 40% de todas as exportações brasileiras e responde por cerca de metade de todo o café consumido mundialmente. Continuar lendo

Anúncios